Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \29\UTC 2008

Não desista no primeiro “não”, nem no segundo e nem no terceiro. Apenas não desista. Apenas tente até conseguir, pois a vida é uma eterna tentativa, uma eterna bifurcação onde se deve escolher qual caminho seguir. E tentá-lo. Escolher o incerto que pode te fazer tão feliz ou a mesmice que te faz tão morno e te mantém em cima do muro, vendo a vida passar. Ninguém é perfeito, todo mundo erra, ninguém é de ferro, tudo isso é clichê, mas é verdade. Se você foi traída, deram com a porta na sua cara. Aí você tenta de novo. É traída de novo, só que dessa vez duplamente pois uma de suas mais confiáveis amigas estava envolvida. Aí você tenta de novo, tenta acreditar mais outra vez e… dessa vez vai dar certo, vai ser diferente, vou ser feliz. Mas não… a maioria das pessoas parece não se importar mesmo com o seu sentimento que só você sabe o preço que pagou por ele. Ah se elas soubessem! Mas não sabem. Talvez não possuam algo tão especial dentro delas, por isso são tão indiferentes. Aconteceu comigo, pode estar acontecendo com tanta gente por aí. E refletindo um dia desses descobri que sou muito mais forte do que achava que fosse.

O fato é que a gente sofre e padece mas cresce. E sempre dá um jeito de voltar a acreditar. E sabe… quem tem paciência pra esperar recebe da Vida o que merece. Quem sabe alguém assim como você, que chorou, se decepcionou, desacreditou, lamentou tanto quanto você… Mas não importa o que aconteça, não desista. Não desista de tentar mudar, não desista de tentar amar quem te ama, não desista de ensinar seu filho a deixar a fralda, a chupeta, a mamadeira. Não desista de tentar viver bem com seu marido, com seus filhos, seus familiares, sua empregada, os cachorros de seu vizinho, seu chefe. Não desista de arrumar um emprego que lhe faça se sentir feliz e útil como nunca se sentira antes. Não desista de fazer seus pais te entenderem, e não desista de tentar entende-los. Não desista de se colocar no lugar daquele que diz incansávelmente que você não o entende. Todos temos virtudes e defeitos, vontades, incompreensões.

 A vida não abre espaço para os que se entregam fácil. A vitória e o mérito são para os persistentes, FORTES e bons lutadores. Verdadeiros sobreviventes.

Tente. E não diga que a vitória está perdida
Se é de batalhas que se vive a vida
Tente outra vez!…

Raul Seixas

Read Full Post »

Desconhecida

As vezes eu saio de mim por instantes e me vejo como se fosse outra pessoa. Já me vi andando, comendo, dançando, discutindo, sorrindo, como se não fosse eu. Mas olha, é involuntário. Quando vou ver já não sou eu. Já sou essa outra que, estando dentro de mim, me vê de longe. Mas não me conhece.

Virei-me sobre a minha própria existência, e contemplei-a
Minha virtude era esta errância por mares contraditórios,
e este abandono para além da felicidade e da beleza.
Ó meu Deus, isto é a minha alma:
qualquer coisa que flutua sobre este corpo efêmero e precário,
como o vento largo do oceano sobre a areia passiva e inúmera… 
Cecília Meireles

Read Full Post »